Terça-feira, 20 de Setembro de 2011

PEDREIRO ALENTEJANO

QUE ME DESCULPEM OS MEUS AMIGOS ALENTEJANOS....
MAS HUMOR TEM DESTAS COISAS....

 
Um pedreiro Alentejano que não se andava a sentir muito
bem decide consultar um médico:
- Dr. não me ando a sentir nada bem, não consigo fazer nada... sento-me na sanita... e não sai nada, absolutamente nada.

O médico olhou para ele, examinou-o e disse-lhe:
- Olhe, dobre-se aí em cima da mesa.

O pedreiro dobrou-se em cima da mesa e o médico pega num barrote, dá-lhe
uma mocada no cú e manda-o ir à casa de banho.
Quando sai da casa de banho o pedreiro diz:
- Dr., sinto-me aliviado. O que é que eu devo fazer, agora?

- Deixe de limpar o cú às sacas de cimento.

publicado por Rosinda às 22:37
link do post | comentar | ver comentários (5) | favorito
Quarta-feira, 31 de Agosto de 2011

Anedota do dia

 

"Uma avó está a morrer e manda chamar o neto.
"Meu querido, vou morrer em breve mas quero que saibas que te deixo a quinta, os tractores e debulhadoras, os cavalos, vacas, cabras e mais animais, o estábulo e todas as plantações, além de 29.880.00€. Trata tudo com cuidado".
"Epá avó eu nem sabia que tinhas uma quinta! Onde fica?"
pergunta o neto.
A avó dá um último suspiro e antes de morrer responde :

 

 ... No   Facebook...!"


publicado por Rosinda às 07:43
link do post | comentar | ver comentários (8) | favorito
Quarta-feira, 6 de Julho de 2011

Esta é boa! Quem diria?

Zé Socrates - O Informático

 - Tou??? Mariano Gago? É o Zé Sócrates. Oh, pá, ajuda-me aqui, porqueo meu curso de informática foi tirado na Independente e o professor faltava muito.

Comprei um computador, mas não consigo entrar na Internet! Estará fechada?
 - Desculpa?....
 - Aquilo fecha a que horas?
 - Zé, meteste a password?
 - Sim! Quer dizer, copiei a do *Freitas*.
 - E não entra?
 - Não, pá!
 - Hmmm....deixa-me ver... qual é a password dele?
 - Cinco estrelinhas...
 - Oh, Zé!....Bom, deixa lá agora isso, depois eu explico-te. E o resto, funciona?
 - Também não consigo imprimir, pá! O computador diz: 'Cannot find printer'!

 Não percebo, pá, já levantei a impressora, pu-la mesmo em frente ao
 Monitor e o gajo sempre com a porra da mensagem, que não consegue encontrá-la, pá!
 - Vamos tentar isto: desliga e torna a ligar e dá novamente ordem de impressão.
 Sócrates desliga o telefone. Passados alguns minutos torna a ligar.
 - Mariano, já posso dar a ordem de impressão?
 - Olha lá, porque é que desligaste o telefone?
 - Eh, pá! Foste tu que disseste, estás doido ou quê?
 - Dá lá a ordem de impressão, a ver se desta vez resulta.
 - Dou a ordem por escrito? É um despacho normal?
 - Oh, Zé... Foooooodasss... Eh, pá! esquece.... Vamos fazer assim: clica no 'Start' e depois...
 - Mais devagar, mais devagar, pá! Não sou o Bill Gates...
 - Se calhar o melhor ainda é eu passar por aí... Olha lá, e já tentaste enviar um mail?
 - Eu bem queria, pá! Mas tens de me ensinar a fazer aquele circulozinho em volta do 'a'.
 - O circulozinho...pois.... Bom... vamos voltar a tentar aquilo da impressora. Faz assim: começas por fechar todas as janelas, Ok?
 - Espera aí...
 - Zé?...estás aí?
 - Pronto, já fechei as janelas. Queres que corra os cortinados também?
 - Fooodasss Zé.... Senta-te, OK? Estás a ver aquela cruzinha em cima, no lado direito?
 - Não tenho cá cruzes no Gabinete, pá!...

 - óóóóóóóóóóóóólha para a porra do monitor e vê se me consegues ao menos dizer isto: o que é que diz na parte de baixo do écran?
 - Samsung.
 - Eh, pá! Vai pró....ca
 - Mariano?... Mariano?... 'Tá lá?... poooorrrrraaaa o que é que lhe deu?...  Desligou....
Lol! Boa! Obrigada Camila! Bj.


publicado por Rosinda às 12:37
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
Segunda-feira, 16 de Maio de 2011

Pois é...!

 

Era uma ambiciosa miúda de 23 anos que queria ser rica rapidamente.

Decide-se casar com um homem de 73 anos, milionário, prometendo a si mesma que o ia matar com sexo na noite de núpcias .

A cerimonia foi fantástica com todo o luxo.

Chegada a noite, a miúda tira a roupa e espera deitada na cama pelo marido de 73 anos, colocando-se numa pose bem sensual.

Quando o marido sai do banho, completamente nu, a rapariga observa estupefacta que ele tem uma espectacular erecção com um membro de 25cm e já com um preservativo enfiado. Nota que o marido tem 2 tampões de algodão nos ouvidos e uma pinça no nariz. Intrigado com tal quadro perguntou-lhe:

- Querido? Para que é isso tudo?

O marido responde:

- Há duas coisas na vida que não suporto:

 

1ª  Uma mulher a gritar

2ª O cheiro a borracha queimada

 

 Obrigada amiga!

 


publicado por Rosinda às 18:43
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
Quinta-feira, 10 de Fevereiro de 2011

Consolo de senhora

 

 

 

 

 

 

 

 

Ouvia-se com satisfação, aquela voz que cantava, e sem se saber o quê, ele assim apregoava:

Quem quer, quem quer um consolo ó mulher, o meu doce sardãozinho, se todo, são mil escudos, metade até ao lacinho!

Ora vivia ali por perto uma senhora donzela, já entradota e sua criada Maria ( As criadas antigamente eram todas Marias! Lol)

Ao ouvir a cantilena ficou açaz curiosa e vai daí ao encontro daquela voz tão melodiosa.

E volta contente a madame em alegre cantoria despedesse do vendedor ; Adeus! Até qualquer dia... 

Andou feliz a senhora parecia rejuvenescida, e a Maria coitada triste e acabrunhada, pergunta-lhe assim um dia:

Ó senhora diga lá vossemecê que tem o doce sardão, que de a fazer feliz teve tão grande condão...? Sabes... disse ela assim meia atrapalhada, aquilo não é sardão... é uma coisa abençoada! E prometeu à criada dar-lhe também o saber, mas só que pela metade, por dinheiro não haver.

E assim num qualquer dia , vai a Maria anafada, provar o dito sardão para ficar consolada e mais alegre a  coitada... mais vale meio, que nada!

Olhe senhor disse ela só quero meio consolo, tenho só quinhentos mil reis... sim  disse o cantador, vós senhora é que sabeis.

Mas na hora de provar, acelera a criatura e começa a gritar perdendo a compustura:

Ai enterra...! Enterra até aos  co..........lhões ... se não chega o dinheiro, pago às prestações!

 

 

Anedota antiga, que eu ouvia a minha mãe contar às amigas (escondida claro!) que eu resolvi colocar em prosa


publicado por Rosinda às 23:34
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito

.Clik para participar...

. Aceitam-se gargalhadas! Participa!

. sobre mim

.diabruras recentes

. O menino japonês

. Anedota actual

. Isto é uma anedota "cultu...

. A morte do velho Padre

. 1º post da je :)

. Coisas!

. A velhice

. ...

. Vamos rindo...

. ANEDOTA DO DIA (à chapad...

.arquivos

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

.pesquisar

 

.Os meus blogs








.tags

. todas as tags

SAPO Blogs

.subscrever feeds

Em destaque no SAPO Blogs
pub